Avançar para o conteúdo principal

Removíveis esqueléticas

esquelética
Prótese dentária removível esquelética
  • Preço de Prótese removível esquelética 1 dente 150,00 €

O que são próteses esqueléticas?

São removíveis e a base de estas próteses esqueléticas é em metal.
Levam ganchos se necessário para melhor prender aos dentes existentes e não se soltarem. Só podem usar estas próteses pessoas que ainda tenham dentes naturais.

Têm a vantagem de serem menos volumosas que as acrílicas, de serem mais higiénicas e de não fracturarem com tanta facilidade.
A adaptação da pessoa a este tipo de prótese é bastante mais fácil porque são pouco volumosas. São bastante higiénicas e se caírem ao chão não fracturam facilmente.

São no entanto um pouco mais caras que as próteses acrílicas e geralmente não se podem acrescentar dentes ou fazer alterações. São aconselhadas a pessoas que tenham dentes naturais sem mobilidade e gengivas saudáveis porque geralmente não é possível acrescentar dentes.

Uma das razões pela qual as esqueléticas são mais caras está relacionada com o seu fabrico e a sua base de metal.
Para explicar melhor este processo pode dizer-se que a parte metálica é fundida e numa segunda fase enquadram-se ou colocam-se os dentes de acrílico.

Se pensa usar uma prótese esquelética em Lisboa ou Setúbal entre em contacto com as nossas clínicas dentárias e marque uma consulta de esclarecimento.

Mensagens populares deste blogue

O que são próteses esqueléticas flexíveis?

Perder dentes não significa que deve dizer adeus a um sorriso bonito. Tanto as dentaduras como os implantes dentários são excelentes soluções para restituir dentes ausentes.
O seu dentista pode também recomendar o uso das próteses flexíveis.

De que são feitas as dentaduras flexíveis?As esqueléticas são próteses removíveis com uma armação em metal.
 Na estrutura de metal colocam-se os dentes em acrílico. Geralmente este tipo de prótese dentária é composta por ganchos em metal que servem de suporte e contribuem para aumentar a sua estabilidade.

 Os ganchos em metal podem danificarem dentes naturais adjacentes. Por isso, para evitar o desgaste de dentes naturais criaram-se as próteses removíveis esqueléticas flexíveis.


Em que consiste este tipo de próteses?
A sua estrutura é em metal. Os dentes são feitos de material acrílico. Os ganchos são produzidos em material acrílico flexível em vez dos convencionais ganchos de metal. A vantagem é principalmente a estética; os ganchos são de material tra…

Dentaduras suportadas por implantes

Uma prótese suportada por implantes é, tal como o nome sugere, uma prótese fixa. As próteses convencionais repousam na gengiva e não estão fixas a implantes.

As próteses suportadas por implantes utilizam-se em pessoas sem dentes, desdentadas no maxilar. Deve existir osso em quantidade suficiente para permitir a inserção dos implantes.



As próteses suportadas por implantes possuem encaixes adequados para permitir a sua fixação. Foram especialmente concebidas para a mandíbula porque as dentaduras têm mais dificuldade em segurar neste maxilar.

Este tipo de dentadura, apesar de fixa, pode ser removida pelo próprio paciente, diariamente para higienizar.



Como funcionam as dentaduras fixas em implantes dentários? Estas próteses fixas em implantes dentários precisam de pelo menos  dois implantes para ficarem seguras. A prótese pode ser feita de acrílico cor de rosa ou de cerâmica. O encaixe pode ser de bola, estilo macho/fêmea e pode ser retirada à noite, pela própria pessoa para higienizar.

Não tenho dentes no maxilar superior. Posso usar uma prótese esquelética?

Não. As próteses dentárias esqueléticas são uma óptima solução para quem tem dentes sãos. Uma pessoa sem dentes no maxilar superior pode optar por uma prótese removível acrílica ou prótese sobre implantes. No caso de prótese sobre implantes esta fica fixa nos implantes dentários.

História das Próteses Dentárias.

No tempo dos Fenícios e dos Maias já se tentava repôr os dentes perdidos. Historiadores descrevem casos descobertos em que dentes estariam presos e ligados por fio de ouro.
Acredita-se que as primeiras próteses dentárias de madeira foram introduzidas no Japão no sec.VIII em simultâneo com a arte de talhar imagens de Budas. A falta de materiais e a ausência de conhecimentos ciêntíficos e de tecnologia originaram as próteses dentárias feitas neste material. Entretanto o fabrico de próteses foi evoluindo. A prótese dentária total nasce realmente em 1728 quando Pierre Fouchard criou as próteses totais superiores com "câmaras de vácuo".
Actualmente utilizam-se sofisticadas tecnologias para fabricar as próteses fixas nomeadamente o sistema cad cam. O recurso a este sistema permite criar próteses dentárias precisas e resistentes.

Tenho falta de um dente à frente, posso usar prótese acrílica?

Se tiver falta de um dente pode usar uma prótese dentária acrílica. Porém este tipo de prótese não é o mais indicado. A melhor solução seria de facto a colocação de um implante de dente. Como este tipo de tratamento é mais dispendioso que o uso de prótese removível, muitas pessoas por razões de ordem económica optam por usar estas próteses. As próteses acrílicas são de facto as mais baratas mas  têm alguns inconvenientes; precisam de estabilidade. Para ficarem estáveis é necessário aumentar o palato (céu da boca). Se a pessoa tiver falta de apenas um dente e não tiver possibilidade de colocar um implante dentário, deve optar por uma prótese esquelética. Com este tipo de prótese sente maior conforto e a estabilidade é maior..

Tenho falta de alguns dentes e não uso prótese. O que pode acontecer?

Se a pessoa tiver falta de dentes e não usar prótese ou não preencher a falta de dentes com implantes dentários, os dentes que estão ao lado do espaço vazio tendem a mover-se e a inclinar. Com o tempo tendem a ocupar o espaço vazio. Ao ocuparem o espaço vazio vão criar espaços  entre os outros dentes desequilibrando assim a estrutura da arcada dentária.
A falta de dentes prejudica não só a estética  facial como também o sorriso e a fala. A aparência da pessoa fica inevitavelmente envelhecida. Em relação à falta, as palavras não são articuladas correctamente.